_instagram _facebook

_blog do sangion

A melhor lição olímpica

Você não é atleta de rendimento. Ou, ao menos, não vive de seu desempenho físico, ainda que cobice um corpo torneado como o dos esportistas de alto nível. Mas, se quiser que seu visual seja bom como o deles – imaginando um nadador ou ginasta, por exemplo – é preciso seguir algumas lições e, principalmente, traçar uma estratégia matadora no que diz respeito à periodização do treino. Ser disciplinado e fazer um programa de exercícios adequados são coisas que todo atleta tem na cartilha e que você também pode seguir na busca de uma melhor composição corporal, que se resume em ganhar massa muscular e reduzir a gordura. Agora, a grande sacada é usar um determinado evento ou data para atingir esse ápice (aí que entra a tal da periodização). Ou você acha que os atletas treinam na mesma intensidade o ano todo, aceitando as restrições que o período pede, e que colocam, muitas vezes, os prazeres da vida para escanteio, como comer o que quiser ou socializar com os amigos, em tempo integral? Não, eles programam um período de foco total, que pode durar dois, três, quatro ou mais meses para que, ao final desse período, eles alcancem o auge da forma física e técnica. Se o objetivo é disputar as Olimpíadas, a ordem é programar o treinamento para que esse ápice seja conquistado durante esse evento. É preciso seguir uma crescente até o apogeu, entende? Como trazer isso para a sua vida? Supondo que o verão seja as suas Olimpíadas, a ideia é que você comece a treinar mais intensamente três ou quatro meses antes (o período exato depende de como você está) para que, em dezembro ou janeiro, seu corpo atinja o ponto máximo. Essa periodização de treinamento é, inclusive, uma, digamos, válvula psicológica de escape: sabendo que o “sacrifício” tem data para começar e terminar, você encara a jornada com mais empenho, sem perder a motivação.

© 2021 Les Cinq Gym | Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Marco Arini

WhatsApp Fale conosco